quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Todo bestseller é ruim?

Ontem me perguntaram o que eu tenho contra bestsellers... Afinal, eu mantenho um blog que parece ser contra eles, não?

Nada disso! Sou a favor de livros que vendem muito (Quando eles são bons!)

bestsellers de qualidade, isto é, livros que são campeões de venda e são mesmo bons.

Dizem que há três critérios para avaliar um escritor:

1) se tem estilo, técnica literária, arte poética da palavra

2) se tem conteúdo e proposta filosófica

3) se é bestseller

Como exemplo de bestsellers realmente bons, cito os livros de José Saramago, que pontua bem nos três critérios, enquanto Paulo Coelho, por exemplo, apenas no terceiro.

OBS: o prêmio Nobel de Literatura premia autores que a) tem estilo e qualidade técnica-artística e b) conteúdo filosófico e político atual, e c) que tem potencial para ser bestseller mundial.

Um comentário:

Kevin disse...

Muito interessante mesmo Alessandro.
Assim fica mais fácil explicar o porque esse blog "critica" tanto os bestsellers.
Não sei se você já leu algum livro do DeRose, que escreve livros de "yoga".
Notável como ele consegue se contradizer em quase tudo que diz. Vou ver se consigo um em algum sebo e te mostro.